Telefone: (41) 3016-8885

HISTÓRIA DO PILATES

Joseph Humbertus Pilates (1883 – 1967) nasceu perto de Dusseldorf (Alemanha), na infância Joseph era doente, sofria de raquitismo, asma e febre reumática. E na adolescência prevendo seu futuro numa cadeira-de-rodas começou a estudar, como autodidata, anatomia e fisiologia humana e fundamentos de medicina oriental.

Com isso desenvolveu exercício em aparelhos rústicos inventados por ele. Praticando esses exercícios em aparelhos criou seu próprio método e tornou-se obcecado em superar suas limitações físicas. Finalmente desenvolveu cerca de quinhentos exercícios que o ajudaram, bem como seus seguidores, a levar uma vida longa e saudável.
No começo da primeira Guerra Mundial, Joseph Pilates fica recluso com outros alemães nos campos de Lancaster, na Inglaterra. Para ocupar seu tempo livre Pilates começou a trabalhar com guerrilheiros mutilados e internos.

No tempo em que ficou preso Joseph descobriu o poder das molas, teve que improvisar retirando parte das macas para criar astes e retirou as molas que ficavam em baixo dos colchões para fixá-las nas astes fazendo assim o primeiro aparelho.
Recebeu tanto crédito que nenhum deles foram afetados pela epidemia de Influenza, que matou milhares de ingleses nos meados de 1918. Ainda recluso atua como enfermeiro, junto aos feridos e doentes da guerra. Obteve o êxito de manter seus pacientes estáveis apesar de seus ferimentos, capazes de se locomoverem por si mesmo, graças a firmeza de seus músculos.
Na prisão, ele improvisou. Exercícios eram feitos até em cadeira de rodas, Joseph Pilates não deixou nenhum de seus companheiros de prisão parados, nem os mais debilitados. Se alguém estivesse preso a uma cadeira de rodas, ele a adaptava para seus exercícios.